Perguntas Frequentes

1 – Por que meu filho deveria ter uma educação bilíngue? Quais as vantagens que ela pode trazer?

Vivemos em um mundo globalizado. A habilidade de se comunicar eficientemente em mais de uma língua é fundamental nesse contexto. Em particular, a Língua Inglesa se tornou um padrão internacional de comunicação. Não falar inglês hoje não é mais aceitável profissionalmente. A diferença está em se falar “mais ou menos” ou falar como um nativo (ou muito próximo disso). A educação bilíngue torna o processo de aquisição da segunda língua muito mais natural e com resultados significativamente superiores. Além disso, há fortes evidências de que o ensino em ambiente bilíngue estimule mais o cérebro das crianças, resultando em um desenvolvimento intelectual mais rápido e completo. Na educação bilíngue, a criança lida com as diferenças de idiomas e culturas desde pequena. Estar exposta a situações do dia a dia em inglês é como estar morando em um país de Língua Inglesa.

 

2 – Qual a melhor idade para meu filho aprender um segundo idioma?

Quanto mais cedo a criança aprender o inglês (ou outro idioma), melhor. Segundo o estudioso Charles Hockett (citado por CHOMSKY, Noam – Linguagem e pensamento. Petrópolis, Vozes, 1971, 2ª ed.) explica, “Pela idade de 4 a 6 anos, a criança normal é um adulto linguístico. Ela domina, com pequenas exceções, se alguma, o sistema fonológico de sua língua; maneja sem esforço o essencial da gramática; conhece e emprega o vocabulário básico da língua.” Outros estudos e pesquisas também comprovam que o aparelho fonético da criança está sendo formado até aproximadamente os 7 anos. Nessa faixa etária, ela tem uma capacidade maior para assimilar as informações.

 

3 – Como funciona o processo de aquisição de um novo idioma?

Consiste basicamente de três etapas (tomando o exemplo de uma criança que tem o português como idioma materno e está aprendendo o inglês como segunda língua):

Compreensão: a criança entende o que é dito em inglês e responde em português, mostrando que compreendeu, mas ainda não tem vocabulário ou não está segura para responder em inglês;

Expressão verbal: fase em que a criança mistura os dois idiomas nas frases. O que acontece é que algumas palavras fixam mais em um idioma do que no outro, então ela se apoia nas que já conhece e está mais segura;

Estrutura: nessa fase ela já é capaz de formular frases, sem misturar o inglês com o português. Aqui, a criança já sabe que é capaz de se comunicar nos dois idiomas e quando deve usar cada um.

 

4- O meu filho pode se confundir em relação às duas línguas?

Essa é uma preocupação que não deve existir. A criança começa a aprender a língua naturalmente com a rotina do dia a dia na escola. Quando ainda bebê, não tem o seu vocabulário formado, aos poucos começa a compreender as coisas que ouve, incorporando e repetindo as palavras. Muitas vezes, coloca palavras que ele mesmo inventa. Depois a criança filtra as palavras e começa a fazer sentenças completas para se comunicar. Com as línguas isso também acontece. A criança consegue discernir uma da outra e as separa perfeitamente, tornando-se bilíngue.

 

5 – Como é o programa de educação bilíngue do BIS?

O BIS desenvolveu um programa bilíngue completo, em português e inglês. Durante a Educação Infantil a criança participa de atividades pedagógicas cuja língua de comunicação é o inglês. O professor se comunicará somente nessa língua, fazendo com que a aquisição da nova linguagem seja feita de forma natural, nas coisas do dia a dia. A partir do Ensino Fundamental, já alfabetizados em inglês e português, os alunos têm uma grade curricular nas duas línguas. O programa atende aos requisitos dos Parâmetros Curriculares Brasileiros (MEC) e baseia seu currículo bilíngue no currículo internacional, coerente à abordagem socioconstrutivista de ensino. O BIS prepara seus alunos para poderem optar entre continuar seus estudos universitários no Brasil ou no exterior.

 

6- Se a proposta do BIS é tornar a criança bilíngue, o que acontece com o português?

Esse é o nosso diferencial. O objetivo do programa é tornar a criança igualmente competente nas duas línguas, e não prejudicar o programa brasileiro em favor do programa internacional.

 

7- A partir de qual idade o BIS aceita crianças?

Aceitamos crianças a partir de um ano de idade.

 

8- Atualmente, o BIS está com quais classes?

O BIS tem até o Year 9, ou seja, ministra aulas para todo o ciclo da Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II.

 

9- É preciso já saber inglês para entrar no BIS?

Durante o Ensino Infantil as exigências são menores. A nossa experiência é que os novos alunos se adaptam ao novo ambiente em pouco tempo. A partir do Ensino Fundamental, o candidato deverá passar por um processo de sondagem.

 

10- Como nós, pais, poderemos ajudar a criança a aprender uma segunda língua?

Há várias sugestões em artigos publicados na seção de bilinguismo do site. Confira.

 

11- Preciso falar inglês com meu filho?

Se a primeira língua dos pais é o português, sugerimos que falem nessa língua, pois o domínio é bem maior. Isso não quer dizer que os pais não devam criar situações para que a criança tenha mais contato com a Língua Inglesa. Não se pode esquecer que a criança está em uma fase de desenvolvimento pleno e que deve adquirir o máximo de informações, o que acontece com maior naturalidade na língua que se domina.

 


O BIS não é uma escola de línguas, e sim um colégio que está empenhado em promover o desenvolvimento integral da criança.